sexta-feira, 9 de julho de 2010

Auto avaliação

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA
CENTRO DE EDUCAÇÃO – CEDUC
CURSO: PEDAGOGIA
DISCIPLINA: TICS
PROFESSORA: TERESA KÁTIA
ACADÊMICA: ONÉSIA DE SOUZA SILVA
BOA VISTA, 09 DE JULHO DE 2010.

Auto Avaliação sobre a Disciplina e o meu Aprendizado

A disciplina Tics é para um grande aprendizado. Antes do início do curso de pedagogia, eu não tinha nem E-mail; mas era falta de interesse de minha parte. Pois eu não tinha computador em casa e não sou freqüentadora de lan hause. E foi nesse semestre que por necessidade de cumprir as atividades, que aprendi o que muitos já sabiam: fiz meu blog, postei trabalhos, fiz slides, ou seja, o básico que uma pessoa precisa saber.
O conteúdo que foi ministrado é de suma importância não só para nós acadêmicos, mas para qualquer pessoa, nesse mundo globalizado. A professora ministrou passo á passo o conteúdo proposto, utilizando os computadores, ensinando cada atividade, principalmente com relação ao seminário. No início não sabia com exatidão como fazer as atividades, mas fui me interando, pedindo ajuda da professora e dos colegas. A minha maior participação foi com relação ao seminário, elaboração dos slides e trabalho de campo para apresentação do seminário. E os assuntos abordados no seminário são importantes, principalmente a “TV Escola” que trazem ferramentas para auxiliar o professor em sala de aula
Como sugestão para que as aulas sejam proveitosas, em minha opinião precisa haver melhorias nos equipamentos (computadores-banda larga), pois é uma ferramenta importante para se ministrar a aula nessa disciplina e obviamente terá mais tempo para se trabalhar outros conteúdos. Pois com a lentidão da internet, às vezes passávamos quase toda a aula para fazer uma atividade.
Só tenho a dizer que amei a disciplina e você Teresa Kátia que veio acrescentar algo á mais na minha vida acadêmica (e fora dela). Sei que falta muito á aprender, mas vou sempre procurar melhorar e obter mais conhecimentos sobre esses meios que facilitam e nos mantem em contato com as pessoas, e ajuda na elaboração da aula utilizando a tecnologia em sala de aula.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

TV ESCOLA






LOGO_UFRR

Universidade Federal de Roraima

Centro de Educação – CEDUC

Curso de Pedagogia

Disciplina: TIC’s na Educação

Professora: Teresa Kátia de Albuquerque

Acadêmicas: Liliane Serra da silva, Onésia de Souza e Ermina Cristina

INTRODUÇÃO

A educação há muito tempo é de suma importância para as pessoas como um todo. Há tempos atrás o ensino era mediado de maneira mais simples, onde tudo dependia somente do professor de repassar esse conhecimento. E conforme o aparecimento de alguns equipamentos como a televisão, o rádio e o surgimento dos primeiros computadores, a educação teve um grande avanço possibilitando novas descobertas.

Com o avanço da tecnologia juntamente com os programas que foram implantados pelo Governo Federal, foram acrescentadas novas ferramentas para a utilização e atuação dos profissionais na área educacional buscando novos conhecimentos, os quais vieram para contribuir e para facilitar o ensino em sala de aula.

Os programas do MEC/SEED, implantados pelo Governo Federal vieram de encontro ás necessidades no âmbito escolar, possibilitando a inclusão digital como processo de alfabetização tecnológica e o acesso a esses recursos ás escolas no Brasil.

Foram veiculados outros programas ao TV Escola, como: Salto Para o Futuro, Rádio Escola e DVD Escola, todos para possibilitar que os profissionais em educação revejam e construam novos conhecimentos e integre-os em sala de aula com seus alunos.

Atualmente temos escolas em pleno funcionamento desses programas para melhor rendimento do aluno. Não somente o desenvolvimento do aluno, mas para que o todo o profissional em educação tenha em mãos esses materiais como meio de apoio ao seu trabalho na área educacional, aumentado assim a interatividade entre professor e aluno.

Veremos á seguir o quanto ainda é importante essas iniciativas do governo federal que há muito tempo nos trás benefícios e facilidades a todos os profissionais educacionais.

A TECNOLOGIA EM PROL DA EDUCAÇÃO

A TV Escola é um canal de televisão do Ministerio da Educaçao, via satélite por antena parabólica, onde as escolas recebem o sinal analogico, esse programa de televisao tem a intençao de promover a capacitação e atualização permanente dos professores. Criado em setembro de 1995, foi ao ar oficialmente para todo o Brasil em 4 de março de 1996.

A TV Escola exibe 24 horas diárias de séries e programas educativos, que estão divididos em cinco faixas temáticas, que recebem os nomes: Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Salto para o Futuro e Escola Aberta; bem como três programas de cursos de língua estrangeira: inglês, espanhol e francês. Todos os programas produzidos pela TV Escola são distribuídos gratuitamente pela internet.

A TV Escola tem como objetivo o aperfeiçoamento e a valorização dos professores e o enriquecimento do processo ensino-aprendizagem através dos recursos tecnológicos, além de promover o trabalho do professor em sala de aula, mobilizando-o para o estudo e análise das ferramentas tecnológicas e enriquecer a preparação de atividades extraclasse. O programa é constituído por recursos para o planejamento e prática do docente e apoio nas atividades de recuperação e aceleração.

Através do TV Escola é possível capacitar, atualizar, aperfeiçoar e assim valorizar os professores e alunos das escolas da rede públicas. Cada mês tem as grades de programação e o Guia de programa é anual e são distribuídos pela Secretaria de Educação á Distância.

O Programa Salto para o Futuro integra a grade da TV Escola, (canal do Ministério da Educação). É uma das faixas de programação do canal dirigida especialmente à formação continuada de professores do ensino fundamental e médio, atendendo também a temas de interesse para a educação infantil.

O Salto para o Futuro produz séries temáticas, com a orientação de consultores especializados, que delineiam a trajetória conceitual dos programas, tendo como compromisso atender à diversidade e à complexidade do cenário educacional brasileiro.


Para a recepção organizada do programa, foram implementados pelas Secretarias de Educação, desde 1991, os telepostos/telessalas, que são locais onde os cursistas se reúnem para assistir às séries e interagir com os especialistas debatedores.

como proposta a formação continuada de professores de Ensino Fundamental e Médio, veiculando também séries de interesse para a Educação Infantil.

No ar desde 1991, o programa é interativo e se tornou referência para professores e educadores de todo o país.

O Salto utiliza diferentes mídias - tv, internet, fax, telefone e material impresso - no debate de questões relacionadas à prática pedagógica e à pesquisa no campo da educação.

Embora o programa Salto para o Futuro seja especificamente produzido para o aperfeiçoamento de professores e educadores em exercício, em alguns municípios, o Salto também é utilizado como apoio aos cursos de formação de professores para as séries iniciais, ficando a critério de cada estado a avaliação.

AS TECNOLOGIAS (MÍDIAS) COMO FERRAMENTA DE APOIO AO PROFESSOR.

Em nosso trabalho de campo, fomos visitar a Escola de Aplicação, com o intuito de sabermos informações sobre a utilização da tecnologia (mídias) em sala de aula. Entrevistamos o responsável pela sala de vídeo, o professor Francisco França Miguel, o qual não pode nos dar muita informação, pois era seu primeiro dia de trabalho. Mas de início nos disse que a TV escola é um programa de visa enviar recursos para o professor em todos os níveis e disciplinas facilitando e somando conhecimentos teóricos e práticos.

Os equipamentos podem ser utilizados na sala de vídeo e em sala de aula como suporte as atividades do professor, ampliando os conhecimentos do aluno e professor. A sala de vídeo é composta por TVs, DVDs, sete Data Show, TV Pen Drive, Vídeo Cassete e DVDs e fitas cassetes. As escolas recebem as fitas e os catálogos pelo correio. Segundo o professor Francisco em algumas escolas esses equipamentos existem, mas por falta de funcionários preparados para manejar esses equipamentos, a TV escola não funciona. Conforme as informações da gestora da escola a professora Ednalva, a TV Escola esta desativada por enquanto, mas que brevemente estará em funcionamento,

Fomos visitar a Escola Estadual Buritis, com o mesmo propósito, de sabermos como funcionam os programas no qual a utilização da tecnologia (mídia) é de grande importância. Falamos com a gestora da escola a professora Antônia Vilene de Sousa Oliveira, que nos encaminhou para a pessoa responsável pela coordenação desse programa na escola, a coordenadora pedagógica a professora Maria Iolanda de Oliveira. A TV Escola funciona desde a sua criação; a escola recebe o material diretamente da coordenação geral de educação, com aulas de todas as disciplinas.


No ano passado foi inaugurada na escola a Rádio Escola que é coordenada pelos professores e alunos, foram escolhidos através de concurso, os alunos de cada série para serem os locutores. A Rádio Escola segundo a gestora tem como objetivo promover a comunicação, socialização desenvolvendo assim a oralidade, fala dos alunos e também informar as ações desenvolvidas na escola e oferecer programação musical. A rádio funciona nos horários da entrada, recreio e na saída dos alunos; a sala é composta por computador e amplificador.


O Programa Salto Para o Futuro segundo a coordenadora Maria Iolanda também funciona como suporte para o professor em sua metodologia em sala.

Na escola também funciona o TV Pen Drive, também é um das ferramentas que possibilitam a prática do docente em sala de aula. O professor prepara os slides na sala de informática, passa para o Pen Drive para apresentar na sala de aula.

No ar desde 1991, o Salto para o Futuro tem como proposta debater diferentes tendências no campo da educação e contribuir para a reflexão da prática em sala de aula, utilizando diferentes mídias: TV, telefone, site com publicação eletrônica, fórum e email.

Além de o profissional docente ter uma formação continuada, o professor pode utilizar os DVDs e TV Pen Drive em sala de aula com seus educando,que podem ser obtidos no Conselho Educação Estadual de Roraima(CEE/RR) através da Secretaria Estadual de Educação (SEE/RR), pois, disponibilizam aos professores da rede Estadual uma sala de vídeo com muitas fitas VHS, TV, Pen Drive, DVD e gravador

.

Durante a entrevista com a Coordenadora do Programa TV Escola em Roraima a Professora Edjane Diniz ficamos sabendo que Orientadores de Aprendizagem da Secretaria de Educação do Estado fazem visitas nas escolas convidando professores para participarem de cursos de capacitação, para aprenderem a usar esses recursos da TV Escola e Salto para o Futuro que são realizados no Conselho Estadual de Educação (CEE/RR). Três professores ministram os cursos Mídias na Educação como Proinfo e TV escola salto para o futuro, pois, existe uma junção dos dois programas. Uma oportunidade de se atualizar em matéria de conhecimento melhorando seu desempenho em sala de aula.

Os docentes interessados em usar as fitas VHS/DVD em sala de aula como ferramenta pedagógica poderá emprestar e/ou fazer reprodução do material. Atualmente tem 13 escolas utilizando o programa TV Escola no Estado, sendo 318 fitas emprestadas e 107 professores atendidos semestralmente. A Coordenadora Edjane ainda frisa que todo esse material é riquíssimo em conhecimento, porque os conteúdos abrangem todas as disciplinas e conteúdos, onde o professor aprende de tudo.

Na Escola Estadual Severino Cavalcante existe uma videoteca, uma sala de vídeo, uma sala de informática todas em desuso, ou seja, estão desativadas. Informações obtidas pela responsável pela sala de informática Ana Cristina tem 12 TV`s de 29 polegadas destinadas para os professores usarem em sala de aula através do recurso TV Pen Drive, só que os professores não usam pois não estão capacitados para usar estes tipos de recursos. Esse relato nos mostra como está defasado o quadro educacional no estado em termos de formação continuada de professores, porque existe o material necessário para dá uma boa aula e recursos também, mais cadê a capacitação dos professores. A educação necessita de professores e futuros docentes que façam uma reflexão sobre os processos ensino/aprendizagem e pela formação continuada em prol da sua atividade e como formador de sujeitos críticos.

Os principais objetivos da TV Escola e Programa Salto para o Futuro são o aperfeiçoamento, capacitação e valorização dos professores da educação básica da rede pública, o enriquecimento do processo de ensino-aprendizagem e a melhoria da qualidade do ensino.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A educação é um dos principais direitos de um cidadão e o professor tem um papel importante na mediação de saber. E como eu já havia citado antes, há uns 30 anos atrás a transmissão dos conteúdos aos alunos das escolas em nosso país precisava de um suporte como estes criados pelo Governo Federal e Ministério da Educação.

As pessoas já têm um costume que, não é de hoje de assistir a televisão; e porque não unir o útil ao agradável? A tecnologia teve uma grande evolução, fornecendo todo um aparato á educação, e as escolas estão se adaptando a essa nova tecnologia. A utilização de mídias para integração entre docentes e alunos facilitando o ensino aprendizagem em sala de aula ou nas salas vídeos ou multimídia.

Nas escolas que foram visitadas entrevistamos e registramos a utilização desses equipamentos, em outra escola o não funcionamento da TV Escola já está sendo resolvido, pois a TV Escola tem grande importância para os profissionais educacionais nessa escola. Os professores por sua vez têm esse suporte como uma facilidade para a mediação dos conteúdos disciplinares.

Portanto esses programas vêm para somar conhecimentos e trazer uma nova visão do papel do professor. A mídia como ferramenta pronta para ser explorada pelos nossos professores e alunos, expandindo e inovando saberes. E como vimos antes a comunicação e a educação estão de mãos dadas para trazendo facilidades a todos que envolvem a comunidade escolar.

REFERENCIAS:

"http://pt.wikipedia.org/wiki/TV_Escola " acesso em 21 mai 2010.

http://portaldoprofessor.mec.gov.b , acesso em 20 de maio 2010.

http://Webeduc.mec.gov.br”, acesso em 20 de maio 2010.

“http://tvbrasil.org.br”, acesso em 20 de maio 2010.

COUTINHO, Laura Maria.

Audiovisuais: Arte, técnica e linguagem. 60 horas/ Laura Maria Coutinho. -Brasília: Universidade de Brasília, 2009.

92 p. Il. (Profuncionário - Curso Técnico deformação para os funcionários da educação.

Informações obtidas através de pesquisa de campo:

Escola Estadual Severino Cavalcante

Responsável pelo laboratório de informática: Ana Cristina Mendes.

Conselho Estadual de Educaçao do Estado de Roraima

Coordenadora do Programa TV Escola: Edjane Diniz.

Escola Estadual Buritis

Coordenadora Pedagógica: Maria Iolanda de oliveira

Colegio de Aplicação UFRR

Pedagogo: Francisco França.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Conceito de Educação à Distancia

Universidade Federal de Roraima

Centro de Educação- CEDUC

Curso de Pedagogia

Disciplina: Tecnologia da Informação e Comunicação Aplicada à Educação-PE-419

Professora: Teresa Kátia

Acadêmica: Onésia de Souza Silva


Atividade



Conceito de Educação à Distância


Conceito1:

“ É o processo de ensino – aprendizagem, mediado por tecnologia, onde professores e alunos estão separados espacial e/ ou temporariamente.”


Autor: José Manuel Moran

Referência:

MORAN, José Manuel. O que é Educação a Distância. Disponível em: http/www.eca.usp.br/prof/moran/dist.htm. Acesso em: 28 Maio 2010.


Conceito 2:

“ É um recurso de incalculável importância como modo apropriado para atender a grandes contingentes de alunos de forma mais efetiva que outras modalidades e sem riscos oferecidos em decorrência da ampliação da clientela atendida.”


Autor: Ivônio Barros Nunes

Referência:

NUNES, Ivônio Barros. Noções de Educação à Distância. Disponível em: http:/www.rau-tu.unicamp.br/nou-rau/ead/document. Acesso em: 28 Maio 2010.



Conceito 3:

“ É uma modalidade de ensino no qual a tecnologia é um importante mediador entre professor-aluno e aluno-aluno, onde o professor não é fundamental em sala de aula.”


Autor: Onésia de Souza Silva

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Análises de blogs educacionais

Título: Agindo para mudar.
End: www.henriquemelega.blogspot.com
Este blog tem como objetivo conscientizar os alunos a se envolverem com atividades
de reciclagem, reulitilação de garrafas pet. Tem como alvo os alunos da 4º série.


Título: Como seduzir uma turma indisciplinada.
End:mexaletras.blogspot.com.
Tem como objetivo questionar a falta de disciplina dos alunos em sala de aula. Essa questão precisa ser revista pelos prrofessores e pais. O qual estabelece algumas regras para obter melhores resultados.


Título: O dia do meio ambiente.
End: www.aprenderecia.blogspot.com
Este blog em questão mostra como fazer bonecos ecológicos. Que através do lúdico os alunos observam o crescimento de plantas e auxiliam no estudo dos seres vivos.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

PRESERVE HOJE PARA USUFRUIR AMANHÃ

PLANO DE AULA



PROFESSORA: ONÉSIA DE SOUZA SILVA
DISCIPLINA: CIÊNCIAS
SÉRIE: 4°
TURMA: A TURNO: MATUTINO
N° DE AULAS PREVISTAS: 3 AULAS
DATA DE INÍCIO: 04 – 06- 10


TÍTULO: PRESERVE HOJE PARA USUFRUIR AMANHÃ



OBJETIVOS: 1° Proporcionar rtunidade de expor sua opinião sobre o meio ambiente.
2° Analisar as consequências que a degradação ao meio ambiente causa ao homem.

METODOLOGIAS: 1° Pesquisas na internet.
2° Exposição de slides sobre os últimos acontecimentos em nosso Estado.
3° Criação e exposição de cartazes.

MIDIAS OU TECNOLOGIAS: Revistas, Jornais, Internet e Data Show.

DISCIPLINAS: História: a história de Roraima, antes e depois.
Geografia: Mostrar a causa do crescimento desordenado em áreas de risco.

AVALIAÇÃO: Desempenho durante a pesquisa. Participação e criatividade na apresentação












Boa Vista, 17 de maio de 2010.